terça-feira, outubro 25, 2005

 

Eleições Autárquicas (IV)

Para além da muito comentada derrota do PS, talvez o resultado que mais implicações práticas possa ter no curto prazo é a correlação de forças da CDU vs. BE a favor dos comunistas. O BE sofreu de três alterações conjunturais que podem vir a reduzir substancialmente os seus resultados já nas próximas legislativas. Primeiro, a estratégia de benevolência em relação ao PS continuando a fazer uma oposição vigorosa ao PSD (oposição da oposição) claramente foi errada quando comparada com a estratégia da CDU que apontou o PS como alvo (prevejo pois que o BE possa vir a radicalizar o seu discurso contra o PS para evitar mais danos no seu eleitorado). Segundo, a progressiva personalização em Francisco Louçã cansou a opinião pública como cansam todos os líderes que estão na ribalta muitos anos. Finalmente, por razões que ainda não entendi, a comunicação social decidiu dar ao Jerónimo de Sousa e à sua CDU a cobertura simpática que o BE teve durante muitos anos e que Carvalhas nunca teve; de repente, Jerónimo é o darling dos media o que retirou ao BE parte substancial do apoio mediático que mereceu nos últimos anos. Parece-me que o BE depois das presidenciais terá de encontrar novos protagonistas e um distanciamento do PS, ou arrisca-se a regressar aos 3%. E isto são más notícias para o PS que claramente prefere entender-se com o Bloco e não com a CDU.

Comments:
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
o que eu estava procurando, obrigado
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?